fbpx
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Share on linkedin

Higiene íntima da mulher: por que o assunto é prioridade? O que fazer e o que não fazer?

Higiene íntima: o que fazer?

Excesso de umidade, suor, urina… São diversos os fatores que podem afetar a região íntima feminina, e é por isso que a higiene é considerada tão importante e merece uma atenção especial quando falamos da saúde da mulher. Afinal, um simples descuido pode causar irritações, odores e até mesmo a proliferação de bactérias e fungos.

Desse modo, é fundamental adotar práticas corretas de limpeza e estar sempre atenta ao que deve ser evitado para não ocasionar ou agravar um problema. Pensando nisso, o Femme reuniu dicas valiosas para ajudar na rotina de cuidados de higiene íntima. Anota aí!

Na hora do banho…

Atente-se para a área externa, já que existem várias “preguinhas” na pele dessa região, que podem acumular o esmegma, um resíduo branco formado pela combinação de células epiteliais, óleo e gordura genital.

Sabonete especial sim!

Sabonetes comuns são alcalinos e podem causar irritações. Prefira utilizar sabonetes neutros ou íntimos, principalmente em casos de irritação ou corrimentos.

Atenção… Sentido!

Quando for usar o papel higiênico, atente-se para o sentido da vagina em direção ao ânus, para evitar contaminação com as bactérias provenientes do intestino.

Cuidado com a temperatura.

É recomendado evitar água muito quente, já que ela pode tirar a proteção natural da vagina.

Menstruação…

Durante a menstruação, o cuidado deve ser redobrado, já que a presença de sangue altera o pH da vagina. É importante que os absorventes externos ou internos sejam trocados de acordo com a necessidade, sem exceder quatro horas durante o dia.

Fonte: Hospital Oswaldo Cruz

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat